Golpe do Denatran na CNH

De: Antônio Evangelista Neves
Para: Os Legislativos da União e Estados da Federação.
Ref. Contestação da medida imposta pelo DENATRAN a ser formalizada por petição
                                                                 HISTÓRICO
Conforme cópia em anexo, está sendo exigido pelo DENATRAN aos portadores de CNH (Carteira Nacional de Habilitação), categorias letras C, D e E, o Exame Toxicológico, que custa em torno de R$ 300.00 ao portador, para viabilizar a renovação da mesma.
Dessa forma eu, Antônio Evangelista Neves, brasileiro, viúvo, RG 3.386.553-X, CPF 040.778.578-72 domicilio na rua Emílio Dorna, 35 no bairro Ary Terra Sóccio em Tanabi-SP, sou habilitado desde 04/01/1968, CNH Reg. 01381164800 sem que houvesse, nesse período, qualquer anotação em meu prontuário que motivasse a necessidade do tal exame comprobatório ora exigido.
Ainda que fosse anotado qualquer mácula, não devo produzir e juntar provas contra minha pessoa, pois, estou amparado pela lei N.º 11.705/2008 a qual está sendo arbitrariamente desconsiderada pela Lei N.º 13.281 publicada no DCU em 05/05/2016 causando, dessa forma, transtornos e despesas de grande monta com exames laboratoriais a todos os portadores de CNH nas categorias C, D e E, de forma incondicional.
Ficando assim os portadores de CNH aqui mencionados obrigados a arcar com as custas em favor do laboratório credenciado pelo órgão emissor da CNH em tramite. Todavia, não me nego em submeter-me ao exame exigido, porém, sem que haja qualquer despesa além das exorbitantes taxas habitualmente exigidas.
Sugiro ainda que a União deva custear e exigir de todos o referido exame se essa for a maneira de coibir os inúmeros acidentes causados por infrações de trânsito, e assim, proceder a seleção e punir apenas os incapacitados para o exercício da função ora efetivada, pois, como está posto, a tal medida tem como principal propósito a arrecadação para os cofres da instituição DETRAN e não a finalidade de coibir as transgressões causadas pelos condutores automotivos infratores.
Diante ao exposto, julgo desnecessária a obrigatoriedade a mim imposta, uma vez que já não exerço atividade remunerada, porém, quero preservar a minha qualificação para os devidos fins, pelo fato de ter sido formalmente um ‘direito adquirido.
Antecipadamente, minhas considerações pela atenção dispensada.

Antônio Evangelista Neves.
Tanabi (SP), 25/01/17.

VALE A PENA LER DE NOVO

Como já havíamos comentado, eles não se entendem: E já não se respeitam.
Veja essa matéria abaixo e muitas outras em nosso site:

A disputa do poder pelo poder em jogo

 

Enganam se aqueles que pensam que o processo de impeachment de Dilma começou com Eduardo Cunha na Câmara dos Deputados. Ele apenas forneceu as “ferramentas” e o local apropriado para deflagrar o processo que vinha sendo engendrado já há algum tempo.
Os mentores e autores da referida peça, estão fora do alcance dos poucos e fracos nacionalistas atuantes que nada puderam fazer, diante dessa desigual correlação de forças, que tem o poder e origem além de nossas fronteiras.
O elenco principal da peça por eles escrita, começou a ser montado e colocada em prática, assim que o resultado das urnas deu a Dilma a vitória no pleito de 2014. Com um faro aprimorado, seus algozes predadores logo perceberam se tratar de presa fácil, pois, além de ovelha e não cabrito, não tinha experiência de “comando político” por ter exercido suas funções relacionadas mais com as ciências exatas.
A partir daí, diretores, coordenadores, atores de primeira e de segunda linha, coadjuvantes e figurantes começaram a tomar suas posições de maneira estratégica e bem definidas visando dessa forma, obter o melhor resultado.
Devido a sua perspicácia, influência política e seu poder financeiro, creio que Cunha, fez e faz parte do primeiro escalão desse elenco, ou seja, se não foi o verdugo pagou a construção da forca.
Bem, a presa “denominada ovelha” já se encontra abatida, e, a desavença entre seus algozes (cães raivosos) vem logo em seguida pela partilha de seus despojos, porém, resta ainda o esperto cabrito para que o jogo siga, pois, ainda terão que aplacar a fúria do Cunha que também tinha anseios em ostentar a faixa de presidente nem que fosse por alguns meses, até 2018 somente para fechar o combinado, o que já não é mais possível. Ou será que lhe foi ofertado outra coisa? Só o tempo dirá e quem viver verá.
O certo é que a batata de Temer já começou ser assada, com que intensidade? Ainda não sei.
Tudo indica que em 2018 o bicho vai pegar ou melhor vão pegar o bicho, ou será o Brasil? Também não, creio que somente os brasileiros de classes mais baixas sofrerão, pois, o Brasil, é muito maior que o buraco que tem sido cavado para enterra-lo, e resistirá mais essa.
Assista o vídeo abaixo:

Alguns links sugeridos:

Não sou eu que digo, mas sim ……..



Não sou eu que digo, mas sim, ninguém menos que o senador Roberto Requião (PMDB-PR) no seu discurso da tribuna do SENADO FEDERAL em 16/11/16.
Assista o vídeo com sua fala, bem como os dos demais senadores que o sucederam.

Adicionando conhecimentos


download
Saiba mais sobre a probabilidade de sua origem, além do citado em Gênesis segundo a fé.
Assista abaixo os vídeos:

1 – Vídeo aula de história: A origem do homem
2 – Pré-História: Neolítico, Paleolitico, Idade dos Metais e Evolucionismo

LAVA JATO EM CHEQUE




Os componentes para montar a PIZZA da LAVA JATO escolhidos a dedos contidos em várias mãos, e, que a muito vem sendo politicamente coaptados sem escrúpulos pelas partes envolvidas, entremeadas infelizmente entre os principais poderes instituídos a saber: “PODER” Legislativo, “PODER” Executivo e pasmem todos, o “PODER” Judiciário.
A audiência marcada para tratar ou até definir o tamanho, formato bem como os ingredientes palatáveis ao gosto de seus mentores, poderá ocorrer em 18/11/2016, pois, não foi por acaso que LULA e TEMER foram confirmados por MORO, para serem testemunhas de defesa para o ainda influente mor Sr. EDUARDO CONSENTINO DA CUNHA, que é portador de um enorme, sigiloso e estratégico arsenal político e que incrivelmente por mais absurdo que pareça, ainda encoberto pelo Véu.
Ciente de que o povão do qual sou parte nesse contexto, tem ocupado apenas a função do q.s.p (quantidade suficiente na formação do produto), penso que só nos resta aguardar, pois, o fornecedor do princípio ativo desse produto a ser por nós consumido, foi eleito recentemente em U.S.A. Porém, qualquer que fosse o vencedor daquele pleito, por aqui, nada mudaria já que ultimamente estamos à mercê desse comando de modo involuntário, devido aos influentes catalizadores políticos que de maneira parcial e escancarada, estão ardilosamente coaptando em favor desse comando superior.
Temos que urgentemente desenvolver um antídoto potencializado de patriotismo, a ser aplicado a partir da esfera FEDERAL até a base, que seja capaz de conscientizar os detentores de comandos quanto aos atos por eles praticados, bem como nas decisões a serem tomadas daqui em diante.
Diante o aqui exposto, quero então sugerir que o verbo PODER a esses conferidos, e, até então aplicado somente para ostentação pessoal de seus portadores, seja substituído pelo verbo D E V E R, para sugerir melhor o cumprimento das obrigações e deveres à esses conferidos, tornando os dessa forma, cidadãos brasileiros de verdade.


Tanabi, 11 de novembro de 2016.
Por: Antônio Evangelista Neves.

VALE APENA LER DE NOVO

 


 1 –  AS TRÊS OVELHAS
Para quem ainda tem dúvidas sobre o impeachment, sugiro que assista esse vídeo legendado, leia e procure entender o porque de tudo.

Palestina ainda tem jeito


Por falta de gestores municipais comprometidos com a política de resultados em favor do município e de sua população, o município de Palestina vem regredindo quanto aos seus anseios de prosperidade.
 
Porém, ainda há tempo de corrigir tudo isso com o seu voto, sabendo escolher o seu candidato. Boa sorte.
Entretanto, enquanto os candidatos para o pleito de 2016 não se pronunciarem com propostas e programas de governos a saber, o LEGISLATIVO e o EXECUTIVO de maneira convincente e bem elaborados, sugiro que veja o vídeo e a matéria que segue abaixo, quer para matar a saudade ou lembrar do que se foi. 
VEJA MATÉRIA  NA INTEGRA  PUBLICADA NO DIA 01/10/2014, LINK ABAIXO:
Página inicial Postagens mais antigas